NOTÍCIAS / Mariana: a lama da morte agora pode se transformar em casas de vida

Publicada em 5 de Maio de 2016 às 16:05

O rompimento da barragem da Mineradora Samarco em Mariana, em novembro do ano passado, pode representar o recomeço de vida para centenas de moradores.

O Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) estuda como transformar em material de construção e casas o lixo do minério que se acumulou após o desastre.

O estudo do aproveitamento dos rejeitos de mineração começou na verdade em 2010 através de recursos da Agência de Financiamento do Estado de Minas e em 2013 já se tinha consolidado muitas das soluções adotadas quando houve o rompimento da barragem da Samarco em Mariana, segundo o professor do departamento e pesquisador Ricardo Fiorotti.

A utilização de rejeitos de mineração tem despertado grande interesse das empresas, pois consegue substituir até 80% de concreto, argamassa e matrizes de cimento que são moldadas ou pré-fabricadas, conseguindo reduzir custos de até 30% na produção desses materiais. 

Leia mais: http://br.sputniknews.com/noticias/20160429/4374773/mariana-barragem-vazamento-lama-estudo-casas.html

Home| Laboratório| Equipe| Linhas de Pesquisa| Publicações| Atividades| Parceiros| Contato


© Copyright 2013. Grupo de Pesquisa em Resíduos Sólidos